Sul Informação – Trabalhadores dos Impostos começaram hoje greve de cinco dias

Sindicato congrega oito mil trabalhadores da Autoridade Tributária e Aduaneira

Arranca hoje a greve nacional de cinco dias, convocada pelo Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos (STI) que congrega cerca de oito mil trabalhadores da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT).

Esta manhã, no terminal XXI do Porto de Sines, a presidente do STI Ana Gamboa, acompanhada por colegas da área aduaneira, fazem o ponto de situação deste primeiro dia de paralisação, com uma chamada de atenção para «as especificidades e dificuldades com que estes profissionais se deparam, concretamente nas funções aduaneiras e de controlo de fronteiras, asseguradas 24 horas sobre 24 horas, sete dias por semana, sem interregno».

Relembrando que não faltam motivos para que os trabalhadores da Autoridade Tributária e Aduaneira se unam neste protesto, o Sindicato pretende «mostrar ao atual governo e ao país que estes profissionais merecem e exigem respeito pelas funções que desempenham e que não aceitam passivamente a destruição de um setor em crescente degradação».

No leque de problemas a resolver, o STI destaca «a deficiente gestão de Recursos Humanos, a robotização das funções inspetivas e a falta de condições para prestar um bom e eficaz serviço no apoio ao cumprimento, no controlo da fronteira externa da União Europeia e na prevenção, investigação e combate à fraude e evasão fiscal e aduaneira».

Noticia publicada no site Sul Informação no dia 01.12.2021