Falta de trabalhadores é um dos motivos da greve.

Os trabalhadores da Autoridade Tributária e Aduaneira cumprem este domingo o quinto e último dia de greve.

Os trabalhadores concentraram-se no Aeroporto de Faro e no Aeroporto de Lisboa em protesto pela situação profissional em que se encontram.

A maioria dos aeroportos estão apenas a cumprir os serviços mínimos.

A greve, convocada pelo Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos, pretende destacar em cada um dos dias de paralisação a complexidade da atividade desenvolvida pela Autoridade Tributária.